FANDOM


Chrono Trigger (クロノ・トリガー, Kurono Torigā) é um jogo de interpretação de papéis (RPG) eletrônico desenvolvido e publicado pela Square para o Super Nintendo Entertainment System (SNES) em 1995. A história do jogo acompanha um grupo de aventureiros que viajam no tempo em uma tentativa de evitar uma catástrofe mundial. A Square lançou uma conversão do jogo para o PlayStation da Sony feita pela TOSE em 1999, que mais tarde passou a ser vendida em conjunto com Final Fantasy IV como parte do pacote Final Fantasy Chronicles em 2001. Uma versão levemente melhorada do jogo foi lançada para o Nintendo DS em 2008, enquanto a versão original foi lançada pela primeira vez no território europeu em 2011 através do serviço Virtual Console do Wii. O jogo foi ainda relançado para dispositivos com sistema iOS em 2011 e também para dispositivos com sistema Android mais tarde no mesmo ano no Japão e em 2012 no resto do mundo.

A equipe de desenvolvimento de Chrono Trigger foi dirigida por três grande designers que formavam o que a Square veio a apelidar de "Time dos Sonhos", composto por Hironobu Sakaguchi, o criador da série Final Fantasy; Yuji Horii, o criador da série Dragon Quest; e Akira Toriyama, um artista freelancer conhecido por seu trabalho na série de Yuji Horii e também seu mangá de sucesso Dragon Ball. Kazuhiko Aoki produziu o jogo, Masato Kato escreveu a maior parte do enredo e Yasunori Mitsuda gravou a maior parte da trilha sonora antes de adoecer e deixar as trilhas restantes para o compositor da série Final Fantasy, Nobuo Uematsu.

Chrono Trigger foi um incrível sucesso, tanto nas vendas quanto nas críticas, e hoje é frequentemente citado como um dos melhores jogos já feitos. A revista americana Nitendo Power descreveu alguns de seus aspectos característicos como "revolucionários", incluindo seus diferentes finais, missões secundárias ligadas ao enredo e focadas no desenvolvimento dos personagens, sistema de batalha único e gráficos detalhados.

JogabilidadeEditar

Embora Chrono Trigger possua a jogabilidade padrão de um RPG comum, o jogo apresenta várias inovações. O jogador controla o protagonista e seus companheiros no mundo fictício em 2D do jogo, que consiste em várias florestas, cidades e cavernas. A navegação ocorre em um mapa exterior, que retrata a paisagem subdimensionada sob uma visão aérea. Áreas internas como florestas, cidades e lugares semelhantes são retratados como mapas mais realistas, onde os jogadores podem conversar com os habitantes para adquirir itens e serviços, resolver quebra-cabeças e desafios, ou encontrar inimigos. A jogabilidade de Chrono Trigger se distancia daquela encontrada em RPGs tradicionais pelo fato de, ao invés de aparecerem como encontros aleatórios, a maioria dos inimigos se encontram ou abertamente visíveis no mapa ou à espreita do grupo para atacar de surpresa. O contato com esses inimigos inicia a luta, que acontece diretamente no mesmo mapa, não em uma tela de batalha separada.

Jogadores e inimigos podem optar por usar ou ataques físicos ou ataques mágicos para ferir seus alvos durante a batalha, enquanto apenas os jogadores podem usar itens para ou se curarem ou se protegerem. Cada personagem e cada inimigo possuem um determinado número de HP que é reduzido ao receber um ataque bem sucedido, podendo ser restaurado usando poções e encantos. Quando esse valor é reduzido a zero, o personagem é nocauteado e, caso todos os personagens ativos sejam nocauteados em uma batalha, o jogo termina e deve ser restaurado usando um capítulo salvo anteriormente. A exceção para esse caso são batalhas específicas que fazem parte do enredo e permitem ou forçam o jogador a perder. Entre batalhas, o jogador pode equipar seus personagens usando armas, armaduras, capacetes, e acessórios, que podem oferecer efeitos especiais além de melhorias de atributos. Além disso, vários itens consumíveis podem ser utilizados tanto em batalhas quanto fora delas. Equipamento e Itens podem ser comprados em lojas ou encontrados no mapa, na maioria das vezes em baús de tesouro. O jogador avança através da história de Chrono Trigger ao explorar novas áreas e ao lutar novos inimigos.

Chrono Trigger utiliza-se de um sistema de batalha chamado "Active Time Battle 2.0" (Batalha em Tempo Ativo 2.0), onde cada personagem pode executar sua ação assim que um temporizador individual que depende de sua estatística de velocidade chega a zero. Entre estas ações, se encontram: atacar, utilizar uma técnica, utilizar um item e fugir. Magias e técnicas físicas especiais consomem pontos chamados de MP para serem usadas, e, na maioria das vezes, possuem uma determinada área de efeito; alguns encantos podem atingir grupos de inimigos amontoados sobre determinada área, enquanto outros podem atingir inimigos espalhados em uma linha, por exemplo. Inimigos frequentemente mudam suas posições ao longo da batalha, criando oportunidades para aplicações estratégicas de magias e técnicas. Uma característica única do sistema de técnicas de Chrono Trigger é a existência das técnicas cooperativas. Cada personagem recebe oito técnicas individuais que podem ser combinadas com técnicas de outros personagens para criar Técnicas Duplas ou Triplas de maior efeito. Supondo que esse tipo de ténica já tenha sido aprendido pelos personagens participantes, assim que os personagens com as técnicas compatíveis possuirem disponível o MP suficiente para realizá-las, o jogo automaticamente listará a combinação como uma opção de ataque.